sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Tropa fandanga


Titula hoje o Correio da Manhã - e outra imprensa segue-lhes as pisadas embora em letras mais pequenas – que a Defesa, entenda-se a tropa, não terá dinheiro para pagar salários. Pois que não posso acreditar. Aliás, é absolutamente impossível que isso aconteça ou esteja prestes a acontecer. Ou, a ser verdade, alguém terá de ir preso. Não acredito que não haja carcanhol para vencimentos porque, é publico e está publicado, nas ultimas semanas foram promovidos centenas – talvez milhares, mas não me vou dar ao trabalho de os contar – de militares dos três ramos das forças armadas. É evidente e sou o primeiro – o segundo ou terceiro, vá – a defender que todos os profissionais tem direito à carreira e a progredir na dita mas, se não há dinheiro, tem que ser estabelecidas prioridades. E a primeira terá de ser, qualquer besta o sabe, assegurar os recursos para pagar ordenados. Se não houver para isso então as promoções, por mais justas que sejam, terão de esperar. 
A marosca nem sequer fica por aqui. Como é possível ver nos despachos publicados no Diário da República – e ainda hoje são publicados vários – as promoções tem, quase todas, efeitos retroactivos. Como é o caso, por exemplo, do Despacho nº 17407/2010, publicado hoje mas que produz efeitos a 29 de Dezembro de 2009. E depois queixam-se que não há dinheiro para vencimentos... Andam mazé todos a brincar com a tropa!

1 comentário:

  1. Totalmente de acordo! e a ovelha está super gira:

    ResponderEliminar