segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Os do costume em primeiro lugar


A imprensa noticiava hoje que os serviços competentes para apreciar o assunto estariam a demorar cerca de trinta dias para decidir os pedidos de aposentação apresentados pelos deputados quando, para a restante plebe, o tempo médio de espera estará a demorar doze meses. Não consigo encontrar nesta noticia nada de preocupante nem especialmente perturbador ou criticável. Antes pelo contrário. É, isso sim, de elogiar a celeridade com que tal matéria é tratada. Pelo menos em relação a alguns. Mas também não se pode querer tudo. O esforço, louvável e revelador da dinâmica actual da administração pública, ainda não será suficiente dar resposta às solicitações de todos, mas demonstra, a ser verdade o que se publica, uma prática cada vez mais em uso no que diz respeito às prioridades no atendimento. Os ciganos, por exemplo, também são quase sempre atendidos em primeiro lugar nos espaços, públicos ou privados, onde não seja necessário tirar senha. E compreende-se porquê.

1 comentário:

  1. Fizeste-me rir rapaz...e não consigo escrever mais:):):)

    ResponderEliminar