segunda-feira, 13 de julho de 2009

Coincidências...ou talvez não!

Em Estremoz nada acontece por acaso. Se calhar nas outras terras também não mas isso não releva para o caso, por isso centremo-nos nas coisas cá do burgo. Não deve ser por mero capricho dos pensadores da cidade, passados no caso, que o monumento aos combatentes se situa a escassos metros do quartel militar. Ou que o Tribunal foi erigido mesmo em frente ao Pelourinho. Tão pouco deve ter sido obra do destino que, mais recentemente, a estátua que pretende homenagear os soldados da paz tenha sido colocada do outro lado da rua onde fica o quartel dos bombeiros. Como se vê, aparentemente, tudo obedece a uma certa lógica que parece por demais evidente.
Neste contexto não admira que este dinossauro, peça integrante do “Ciência na rua” deste ano, tenha sido colocado mesmo junto ao local onde se realiza semanalmente a feira das velharias. Apesar do risco que a aposta acarreta para a segurança do fóssil, o lugar foi muitíssimo bem escolhido. Nada como os restos de um ser de outros tempos ter como vizinhos, ainda que temporários, objectos que também eles pertencem ao passado. Mesmo que de origem mais duvidosa que a do jurássico objecto.
Para completar esta série de coincidências atente-se na foto e no objecto assinalado que paira sobre o dinossauro. Não tenho certezas absolutas acerca da sua origem, nem quanto ao que faz por ali – e mesmo que tenha prefiro ignora-las – mas quero acreditar – e cada um acredita no que quer - que se trata de um OVNI. Que melhor altura para os visitantes de outros planetas virem até Estremoz do que o fim-de-semana em que a ciência saiu à rua?!

2 comentários:

  1. Esta é 1 imagem bizarra!
    Mas, tal como diz o KK as "Coincidências" da colocação dos monumentos com os referidos Bustos, estátuas, etc., etc. estão sempre nos locais pertinentes, então porque não metem o OVNI num descanpado?
    (sugestão de mudança)
    O Dinaussauro não ficava bem em frente a Câmara Municipal?
    MFCC

    ResponderEliminar