sábado, 20 de setembro de 2014

Acelerai ó gentes, que quem vem atrás tem pressa!

Como alguém disse – se calhar até fui eu e se não fui podia ter sido - o Facebook é a parede da casa de banho pública dos tempos modernos. Serve para tudo e mais um par de botas. Vem isto a propósito de comentários à noticia de mais um acidente numa passadeira cá da cidade.
A culpa desta vez, ao que deduzo da apreciação dos comentadores, terá a ver com a lentidão com que, alegadamente se conduz por cá. Não sei se assim foi nem isso, para o caso, importa grande coisa. Prefiro centrar a questão nos lamentos de uns quantos que querem andar mais depressa e o automobilista da frente não anda nem desanda. E pior, queixam-se, ninguém dá uso à buzina.
É, de facto, exasperante a velocidade – nem sei se lhe deva chamar assim – a que muita gente circula. Cá, em Lisboa, Vladivostok ou Nova Deli. Sítios onde, presumo, se buzinará à farta, para gáudio e inveja de alguns residentes aqui do burgo. Há, no entanto, um pequeno pormenor – uma coisa de nada, digamos – que esta gente parece olvidar. A utilização de sinais sonoros só pode ser feita estando reunidas as condições previstas no artigo 21º do Código da Estrada. Ide, ide ver e pode ser que poupeis no mínimo sessenta euros, que é o valor da coima aplicável.
Há, ainda, aquilo do civismo ou lá o que é. Acreditava eu, mas isso deve ser a minha falta de mundo como agora se diz, que o coro de buzinadelas era uma característica do trânsito nos países que consideramos atrasados. Mas, lá está, ninguém tem culpa que a minhas viagens não vão além do Vimieiro. 

8 comentários:

  1. Aqui para nós, em Nova Deli quem buzinar às vacas, as de quatro patas, vai preso. Às outras, depende :-)

    A mania de buzinar vai ao extremo. E qual artigo 21º do Código da Estrada qual quê!
    Acho que se deveria propor aos construtores de viaturas a não inclusão de buzina nas mesmas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas as "piquenas" do fuçasbuk têm razão. Apanhar gente a circular muito devagar é exasperante. Pior só o pessoal das bicicletas...

      Eliminar
  2. Aprende-se no Código que buzinar é só mesmo em caso de necessidade. E andar devagar demais também não pode. Seja como for, por algum motivo eu não conduzo - estou habilitado para tal -, preferindo andar a pé para todo o lado (aproveito para fazer ginástica). Macau é pequeno e dá perfeitamente para servir de via pedonal, excepto quando o destino são as ilhas da Taipa ou de Coloane (aí apanha-se o autocarro). Já em Alverca, a minha cidade aí em Portugal, eu ia a pé para todo o lado. Quando for a Portugal de férias, no final do ano, vou poder andar por lá novamente. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também prefiro andar. É o que faço sempre a deslocação dentro da cidade não implique uma ida às compras.

      Eliminar
  3. A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol III
    No caso da farsa do despedimento coletivo do Casino Estoril,passam já quatro anos sem fim à vista por atraso da justiça a maior parte das pessoas estão na miséria e vão inevitavelmente por falta de ordem económica entrar em pobreza profunda este é o maior espectáculo de drama deste Casino Estoril.

    http://revelaraverdadesemcensura.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Detesto a buzinadela por tudo e por nada.
    Vão fazer barulho para casa deles!
    Boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Irritante, de facto. Por mim fico logo cheio de vontade de lhes ir às trombas!

      Eliminar